A solução definitiva para os problemas que seus técnicos internos não resolvem

A solução definitiva para os problemas que seus técnicos internos não resolvem

 

A tecnologia vem revolucionando o mundo dos negócios nas últimas décadas. Empresas de todos os tamanhos ganharam velocidade, agilidade e conseguiram cortar custos usando infraestruturas tecnológicas para administrar suas operações. É claro, a internet tem um grande papel nisso, oferecendo soluções antes inimagináveis. Hoje, é possível ter acesso a uma série de informações essenciais a respeito do negócio em tempo real, assim como monitorar as atividades das equipe, criar novas estratégias e ter insights valiosos. Nunca tivemos tantas facilidades ao alcance de nossos dedos

No entanto, todos os grandes avanços também requerem grandes cuidados. Para que as facilidades não virem prejuízos e dor de cabeça, a segurança da informação deve ser prioridade para qualquer empresa. Pesquisas mostram que houve problemas de segurança em 87% das empresas brasileiras no ano passado. Mas, o mal maior não foi a ação de cibercriminosos: 58% dos problemas foram causadas por negligência na segurança. Ou seja, as empresas ainda não estão completamente preparadas para minimizar os riscos e proteger seus dados. E a sua empresa? Está segura de verdade? 

Existem várias estratégias possíveis para lidar com essa questão, tão essencial nos dias de hoje. Uma das mais eficientes é criar um Centro de Operações de Segurança (SOC). Ele tem diversas vantagens e  ajuda a proteger a empresa de ataques e falhas de segurança. Veja a seguir o que é um SOC e como ele pode cuidar da segurança de suas informações usando tecnologia, inteligência e equipes altamente capacitadas. 

 

O que é SOC?

No Centro de Operações de Segurança, a empresa vai centralizar todas as atividades e serviços que dizem respeito à segurança da informação. Ali serão definidos e monitorados os procedimentos, políticas e sistemas de proteção. O SOC tem algumas funções básicas, como prevenir problemas, detectar falhas, brechas e ameaças, responder quando alguma coisa acontece e avaliar quais são as possíveis vulnerabilidades.

Também é função desse setor integrar as ferramentas de segurança com outros sistemas, auxiliar auditorias e ficar em contato com as autoridades relevantes. Ele opera tanto nas redes físicas quanto nos serviços hospedados em nuvem.

É importante perceber que existem diferenças entre esse tipo de setor e o NOC (Network Operation Center, Centro de Operações de Rede). Ambos cuidam da rede, mas cada um com sua função. O foco do SOC é a segurança, o do NOC, a performance e a gestão da rede de uma maneira mais ampla. Cada uma exige um tipo de profissional com conhecimentos específicos, por isso, cada uma tem uma função. 

 

Por que ter um SOC?

Um centro de operações dedicado apenas à segurança tem diversas vantagens para sua empresa. Em primeiro lugar, ele aumenta a velocidade de reação quando algum problema acontece. Isso é essencial atualmente. Quanto mais rápido a equipe de segurança consegue agir, menores serão os prejuízos. E a rapidez dessa resposta vem justamente da capacidade de prever ataques, malwares e outras ameaças e de estar a par do estado da arte da ação de cibercriminosos. 

Além disso, fica mais fácil evitar o vazamento de dados e responder de maneira precisa e adequada. Um SOC típico cuida da segurança física, segurança de redes e dados, faz backup dos dados e vigilância permanente. O centro permite também o monitoramento contínuo das atividades e fica mais fácil verificar se há alguma atividade suspeita e potencialmente danosa.

A geração contínua de dados e relatórios permitem análises melhores e profundas, que melhoram a gestão e fornecem informações valiosas para a tomada de decisões. Isso gera maior transparência e possibilita a criação de procedimentos padronizados e a geração de relatórios que podem ser usados para avaliar o sucesso do curso de ação ou a necessidade de revisão nos processos.

 

Como ter um SOC de sucesso?

Uma das grandes vantagens do SOC é que ele combina a tecnologia com a análise e a capacidade de julgamento dos humanos. Ou seja, ele não depende apenas de ferramentas. Conta com a capacidade de análise de pessoas especializadas em avaliar as ameaças e agir com inteligência para elimina-las. Claro que a tecnologia continua sendo uma grande aliada nesse processo, mas ela sozinha não consegue lidar com cenários em que novas ameaças estão em jogo. 

Profissionais treinados são muito eficientes em não apenas perceber problemas que muitas vezes as máquinas não têm a capacidade de identificar, como também em propor soluções eficazes. Por isso, a equipe de SOC precisa estar sempre atualizada e em dia com as novas ameaças. 

Além de usar as informações geradas pelos sistemas de segurança, os profissionais usam notícias, fóruns, seminários, congressos, alertas e outras fontes para fazer o aperfeiçoamento constante da vigilância de sua empresa. Além das ferramentas, é preciso ter um trabalho de inteligência bem feito e constante.

 

Integração é essencial

Para ter um SOC eficiente, é necessário também garantir que os dados, ferramentas e responsáveis atuem de forma integrada, trocando informações de forma eficiente, segura e rápida. Um grande problema para um centro de segurança acontece quando as partes envolvidas agem de maneira independente, sem a devida comunicação e procedimentos claros. Isso pode comprometer a velocidade de reação e o devido funcionamento da segurança.

 

Como implementar o SOC?

Empresas podem decidir criar um SOC interno ou usar os serviços de uma empresa terceirizada. Nesse último caso, existem algumas vantagens. Embora o SOC não esteja dentro de sua companhia, a eficiência é a mesma, uma vez que a prestadora de serviços irá implementar o centro de maneira a atender às suas necessidades específicas.

Optar por terceirizar também tem a vantagem de diminuir os custos sem prejudicar a segurança. E a prestadora de serviços também fará um monitoramento constante, 24 horas por dia, sete dias por semana, da mesma maneira que um equipe interna faria.

Um serviço externo de SOC irá desempenhar as seguintes funções: monitoramento e integração de todos os fluxos, administração automática de possíveis vulnerabilidades, emissão de alertas, respostas imediatas, análise para encontrar a causa de incidentes e a implementação de soluções para remediar, corrigir e prevenir brechas.

A FastHelp é especializada em fornecer Serviços Gerenciados de Segurança - SOC. Nossos especialistas de Segurança são certificados e qualificados, atuando de forma proativa em seu ambiente de TI, gerenciando riscos e antecipando possíveis impactos aos negócios da sua empresa. Peça já uma consultoria gratuita sobre a situação do seu ambiente! 

 

Siga-nos

       

 

Contato:

 SIA/SUL Trecho 03 Lote 990,  Cobertura - Edifício Itaú

 CEP: 71.200-030 - BRASÍLIA/DF

 +55 (61) 3363-8636

 contato@fasthelp.com.br

Enviar mensagem

Últimas Notícias