Dica para os pais: Controle as informações expostas dos seus filhos na internet

Dica para os pais: Controle as informações expostas dos seus filhos na internet

 

No mundo de hoje, as pessoas já nascem com a presença da tecnologia, da internet e das redes sociais. Até mesmo antes de virem ao mundo, crianças são exibidas - orgulhosamente - pelos pais - por exemplo, postando o ultrassom do pequeno que está por vir. Se isso ajuda a compartilhar os bons momentos das crianças com a família e aqueles que estão longe, também pode ser um problema e um risco para a segurança da prole.

Pode parecer paranóia, mas publicar fotos de seus filhos nas redes sociais traz alguns riscos, que estão tanto no mundo real quanto no virtual. E, a julgar pelo número de pais que exibem seus filhotes por aí, tem muita gente exposta. Uma pesquisa mostrou que 30% dos pais postam fotos dos filhos diariamente em redes sociais; 58% dos pais e mães não pedem autorização das crianças para fazê-lo; 22% dos progenitores acham que os pequenos são jovens demais para dizer se querem ou não suas fotos na internet.

 

Por melhor que seja a intenção dos pais, é preciso tomar cuidado. E eles sabem disso. A pesquisa também mostra que, para 71% dos adultos, as imagens de seus filhos podem ir parar nas mãos erradas. A lista dos riscos que os jovens estão sujeitos  é longa. De acordo com esses mesmos pais e mães: pedofilia (49%), sequestro (45%) e ciberbullying (33%) são alguns dos perigos citados. 

Por isso, é preciso sair da teoria e passar à prática. Veja a seguir como aumentar a segurança da informação de seus filhos na internet e redes sociais. 

 

Cuidado para não revelar demais

Ver os filhos crescendo é, sem dúvida, muito emocionante. Hoje em dia, é possível registrar quase tudo porque estamos sempre com uma câmera em nossos bolsos, o smartphone. Se antes era preciso comprar filmes ou cartões de memória, hoje a memória é praticamente infinita e podemos tirar quantos fotos desejarmos e filmar tudo o que quisermos. E não há problema nenhum em fazer isso, afinal, memórias são preciosas - e as crianças crescem muito rápido, não é mesmo? Mas, na hora de postar qualquer coisa na internet, é preciso ter cuidado. O ideal é analisar cada foto ou vídeo antes de publicar o material para ter certeza de que você não está compartilhando mais do que deveria. 

Na foto do seu pequeno é possível saber onde você mora? Ou a escola onde ele estuda? Ela revela algum dado sensível como nomes, endereços, senhas, datas de nascimento, etc? É necessário ter muita calma antes de subir qualquer imagem de seus filhos. Pense da seguinte maneira: tem alguma coisa nessa foto que qualquer pessoa, mesmo estranha, poderia ver sem comprometer a privacidade e a segurança da sua família? Tome bastante cuidado para não revelar mais do que queria. 

 

Cheque a privacidade dos seus perfis

Outro erro comum cometido por pais empolgados é deixar seus perfis de redes sociais abertos para qualquer um ver. O melhor, em termos de segurança, é que as fotos de seus filhos sejam visíveis apenas por amigos e pessoas confiáveis. Mas, muita gente acaba postando esse material de maneira pública sem perceber. E ele fica visível para qualquer um na internet, mesmo que não possua conta nessas plataformas. Por isso, cheque todas as suas redes sociais para saber como estão as configurações de privacidade. 

Restrinja ao máximo quem pode ver fotos de seus filhos, para garantir a segurança e a privacidade deles.
 

Converse com parentes e amigos

Como pai ou mãe, você tem todo o direito de não querer que fotos de seus filhos sejam publicadas pela internet. Por isso, converse com os integrantes da sua família, amigos e outros pais para que eles não postem imagens de seus filhos sem sua autorização. 

Explique que você está pensando na segurança do pequeno e que prefere não expor a imagem dele. Você tem o direito de proteger seus filhos e de contar com a ajuda de outros nessa missão.

 

Cuidado com a geolocalização

Você sabia que os telefones celulares registram o local onde suas fotos são tiradas? Isso se chama geotagging (ou geolocalização) e fica ligado por padrão. Se você quiser, pode desativar essa função nas configurações do aparelho. Isso é importante porque, ao subir uma foto para uma rede social, mesmo que você não diga onde está, a foto pode conter informações que revelam sua localização. 

Para preservar a privacidade de sua família ao máximo, é prudente evitar que qualquer um saiba onde vocês estão. 

 

Peça autorização de seus filhos antes de postar

Quando seus filhos tiverem idade suficiente para entender as consequências de estarem expostas nas redes sociais, você pode pedir autorização a elas antes de postar suas fotos. Essa é uma maneira de mostrar respeito às vontades das crianças e de ensinar a elas como proteger a privacidade. 


Esteja preparado para ouvir um não. Os filhos podem decidir que não querem ser expostos - e é importante que os pais estejam dispostos a respeitar o desejo.

 

Ensine a seus filhos a respeito dos riscos

As crianças precisam entender que nem tudo na internet é 100% seguro. Por isso, a partir do momento em que elas têm idade para ter perfis em redes sociais, plataformas de vídeo ou de videogame, também precisa aprender a respeito dos riscos. 

Oriente-as a não clicarem em qualquer link e coloque-se à disposição para ajuda-las em caso de dúvida ou suspeita. Pedidos de amizade devem ser cuidadosamente avaliados, uma vez que estranhos adicionam menores em redes sociais para assedia-los ou até roubar dados. 

 

Não se esqueça do longo prazo

Como já dissemos, no mundo de hoje, as pessoas começam a ter uma presença digital desde o momento em que nascem. E mesmo antes de terem idade suficiente para criar seus próprios perfis em redes sociais, já terão uma enorme quantidade de dados publicados a respeito delas por seus pais e familiares. 

Nunca se esqueça disso quando decidir postar fotos e outros materiais de seus filhos. O que está no mundo virtual também faz parte do legado que você deixará para os pequenos. Portanto, é necessário ter cuidado redobrado antes de publicar qualquer coisa.


Siga-nos

       

 

Contato:

 SIA/SUL Trecho 03 Lote 990,  Cobertura - Edifício Itaú

 CEP: 71.200-030 - BRASÍLIA/DF

 +55 (61) 3363-8636

 contato@fasthelp.com.br

Enviar mensagem

Últimas Notícias