Como implementar a gestão à vista no meu departamento de TI?

Tempo de Leitura: 5min

Escrito por admin

Em 4 de September de 2018

O mundo, você já sabe, confia cada vez mais na tecnologia para hospedar realizar diversas atividades. Se antes a internet era coisa para especialistas, hoje todo os tipos de empresas e negócios dependem dela para sobreviver, de grandes corporações a pequenos empreendedores. Além de aumentar a velocidade de transações e operações, a tecnologia traz uma vantagem específica: ela gera uma grande quantidade de dados.

Essas informações podem ajudar e muito a uma empresa que quer ter mais eficiência em identificar quais elementos podem ser melhorados – e saber precisamente onde está tudo indo bem. Existe até um nome para o uso dos dados para melhorar a gestão: big data. Com grandes bases de informações nas mãos, qualquer um pode obter insights valiosos. Daí também vem a ideia de gestão à vista, uma maneira de gerenciar que fornece dados em tempo real e possibilita a visualização da operação como um todo.
Diversas áreas estão implementando essa modalidade de gestão, cada vez mais necessária para quem precisa estar a par de tudo o que está acontecendo no momento em que as coisas acontecem. Mas como aplicar essa ideia ao departamento de tecnologia da informação? O que preciso saber antes de implementar a gestão à vista? Veja a seguir.

Como funciona a gestão à vista?

Ela nada mais é do que uma maneira de gerenciar o que está acontecendo por meio de indicadores, que são verificados em tempo real. Os gestores conseguem visualizar essas informações e, rapidamente, identificar gargalos e oportunidades. Uma grande vantagem desse modelo é que ele gera um processo permanente de diagnóstico, o que possibilita a melhoria instante a instante. Em vez de esperar dias ou semanas para fazer avaliações, a empresa consegue, por meio dos indicadores, saber se o caminho está correto ou precisa de ajustes. Tudo pode ser compartilhado por meio desse sistema: metas, indicadores, resultados, reuniões, troca de informações. O propósito principal da gestão à vista é dar uma visão completa do que está acontecendo na empresa.

Vantagens

Como já dissemos acima, ela possibilita o acompanhamento em tempo real, o que significa que a transparência é muito maior para todos os envolvidos. Também se torna possível identificar rapidamente algum tipo de problema, o que traz uma economia de custos significativa para a empresa. Os processos que se mostrarem ineficientes podem ser alterados ou eliminados. Além disso, haverá um histórico de tudo o que foi feito, o que permite fazer análises mais profundas para identificar as necessidades e oportunidades no setor. 

Esse tipo de gestão é altamente eficaz. Todos os funcionários e gestores ficam sabendo exatamente quais são seus objetivos e metas. E também sabem se estão próximos de ter sucesso ou o quanto longe estão dele. A empresa também ganha clareza em relação ao que precisa ser feito de uma maneira geral, diminuindo os custos e o tempo para diagnosticar problemas.

A gestão à vista também tem impactos na cultura organizacional. Uma vez que os objetivos e metas ficam claros para todos, é mais fácil implementar práticas que favorecem a economia de tempo e recursos. Ao mesmo tempo, processos e atividades que se mostram infrutíferos são rapidamente identificados e podem ser mudados e eliminados.

Os colaboradores também se sentirão mais integrados uma vez que poderão visualizar não apenas seus dados individuais, mas de outras equipes e da empresa como um todo. Assim, eles terão consciência de como as coisas estão andando e de seu impacto de uma maneira geral. E também se sentirão mais à vontade para praticar a autogestão quando isso for possível e desejável, agindo de maneira independente quando alguma questão de sua alçada aparece.

Um efeito geral importante que esse modelo cria é uma cultura de tomar decisões com base em dados, não em crenças ou achismos. Já que é possível medir o impacto de cada ação, tudo pode ser testado e medido.

Como implementar?

Mudanças são sempre difíceis, então é preciso ter algumas coisas em mente antes de implementar a gestão a vista no departamento de tecnologia da informação. Em primeiro lugar, é preciso escolher indicadores adequados. O que é melhor para medir a eficiência da área? Que processos devem ser mensurados? Como será medido o sucesso ou fracasso de uma determinada métrica?

Antes de tudo, o gestor precisa fazer um levantamento geral a respeito de como o departamento se comporta hoje e como ele deve se comportar no futuro. A partir daí, será possível criar métricas que estejam de acordo com a realidade da equipe e metas a serem cumpridas e superadas.

E, claro, os profissionais precisam compreender como passará a ser sua avaliação. Por isso, é necessário treinar os funcionários para que conheçam e se habituem às novas rotinas de trabalho. Não se pode esquecer de capacitar também os gestores e líderes, que usarão as informações para basear suas decisões e da empresa como um todo.

Para que tudo isso funcione de fato, os funcionários precisam comprar a ideia e perceber que as mudanças irão ajudá-los. Por isso, faça questão de tirar as dúvidas das equipes e mostre para elas os benefícios que a rápida capacidade de resposta terá para todos.

Escolha bem a ferramenta

Selecionar uma ferramenta para implementar a gestão à vista é muito similar a qualquer aquisição que uma empresa faz. Antes de começar a colocar o sistema em funcionamento, consulte os funcionários e especialistas para saber qual solução tem as melhores opções para o seu negócio. Priorize plataformas que permitam o acompanhamento imediato dos dados em dashboards customizáveis e o rápido compartilhamento dessas informações com todas as áreas.

Transparência em primeira lugar

Uma questão essencial é ser transparente de verdade, não apenas quando a empresa vai bem. Embora pareça contraintuitivo, é importante manter o mesmo espírito se as metas não são cumpridas ou se um problema é identificado. Envolver os colaboradores e funcionários a todo momento é parte do espírito da gestão à vista. Quando há algum problema, é possível identificar os problemas, envolver e motivar as equipes na resolução das questões.

Você também pode gostar de…

Minha empresa foi vítima de um crime virtual. E agora?
Minha empresa foi vítima de um crime virtual. E agora?

Estratégias de mitigação de ataques virtuais Em poucas áreas o chavão “prevenir é melhor que remediar” é mais pertinente. Os danos causados por vazamentos de dados ou ataques como o ransomware (uma espécie de sequestro dos computadores da empresa) envolvem prejuízos...

0 Comments

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Entre em contato conosco

You have Successfully Subscribed!

PROMOÇÃO KASPERSKY PARA EMPRESAS DA SAÚDE

Nossa parceira Kaspersky está com uma iniciativa para proteger quem trabalha com saúde nesse momento de crise. Estamos com diversas soluções para a segurança do ambiente digital com um preço especial.


CONTATO

You have Successfully Subscribed!

Política de Privacidade

Este site usa cookies para fornecer seus serviços e melhorar sua experiência no site. Ao utilizar nosso portal, você concorda com o uso de cookies e nossa política de privacidade.

You have Successfully Subscribed!