Como está o Mercado de TI atualmente

Tempo de Leitura: 5min

Escrito por admin

Em 17 de April de 2018

O mercado de tecnologia é um dos que mais cresce no mundo. E a tendência é que não pare de crescer tão cedo. Mesmo em tempos de crise no Brasil, a demanda por profissionais de TI não parou de crescer. Em 2017, o mercado de TI do Brasil cresceu 4,5%. Ficamos em nono lugar em relação ao resto do mundo, com um investimento de US$ 38 bilhões. O líder geral foi os Estados Unidos, com um montante de US$ 751 bilhões. Em segundo lugar está a China, com investimento de US$ 244 bilhões. Em seguida vêm Japão (US$ 139 bilhões), Reino Unido, Alemanha, França, Canadá e Índia.

Somos o país com o maior valor em investimentos na América Latina. Em segundo lugar ficou o México, com US$ 20,6 bilhões, seguido por Argentina (US$8,4 bilhões) e Colômbia (US$ 7 bilhões). Recuperamos a primeira posição no continente; o Brasil é responsável por 39,1% dos investimentos feitos pelos latino-americanos, que foram de US$ 97,3 bilhões no total.

A previsão é a de que o mercado de TI nacional cresça 4,1% em 2018, portanto, a demanda por profissionais e serviços devem continuar alta. Projeta-se que mobilidade, big data, computação em nuvem e social business devem puxar o crescimento. Segundo a Associação Brasileira de Empresas de Software (ABES), os resultados positivos mostram que o mercado de TI brasileiro está mais maduro, com investimentos maiores em software e serviços.

O cenário é positivo, mas repleto de novos desafios para o mercado de TI do Brasil. Veja algumas tendências para esse mercado em 2018 e saiba como navegar o cenário do presente e do futuro.

Computação em nuvem

Uma pesquisa mostrou que uma das tendências do mercado de TI do Brasil e da América Latina é a computação em nuvem. Esse setor deve crescer 40% em 2018. As melhoras na segurança desse tipo de serviço e o corte de custos que ele proporciona às empresas que implementam sistemas baseados na nuvem estão fazendo a demanda aumentar. Estima-se que de 70% a 80% das empresas ainda prefiram instalar servidores em suas próprias instalações. Há, portanto, bastante espaço para crescimento. Os serviços de cloud pública devem movimentar US$ 1,7 bilhão em 2018 e dobrar até 2020, incluindo a instalação de infraestrutura, plataforma e software como serviço (SaaS).

Inteligência Artificial

De acordo com uma pesquisa, 84% das empresas acham que a Inteligência Artificial é determinante para manter a competitividade. Cerca de 50% delas consideram que a nova tecnologia pode transformar os processos e serviços. Ou seja, que ela tem o potencial de mudar radicalmente o futuro. Foram entrevistados 835 executivos, em quatro regiões do mundo, de 13 diferentes setores da indústria. Por enquanto, o mercado de TI é o que mais investe e implementa a Inteligência Artificial, mas, em breve, outras áreas deverão usar a ferramenta frequentemente, como atendimento, marketing e vendas.

Big data

Atualmente, empresas e negócios conseguem obter uma grande número de informações a respeito de seus clientes e do andamento dos serviços. Existem diversas ferramentas para coleta e armazenamento, mas é preciso analisar tudo isso e interpretar os dados. Por isso, o setor de big data cresceu quase 5% em 2017, atingindo investimentos de US$ 848 milhões no mercado de TI. Ter um setor eficiente de big data se tornou uma eficaz estratégia de negócios, uma vez que permite acompanhar o desempenho de setores em tempo real e fazer ajustes. Em 2018, o investimento em big data, considerados a infraestrutura, software e serviços, deve chegar a US$ 3,2 bilhões no Brasil.

Dispositivos móveis

Embora smartphones e tablets sejam praticamente onipresentes, ainda há espaço para o crescimento, especialmente no mercado corporativo. Segundo uma previsão, são necessários 3,5 milhões de dispositivos no mercado brasileiro. As vendas para empresas vão chegar a 6% do total, um total de US$ 1 bilhão. Essa quantidade vai representar um aumento de 30% em relação a 2017. As oportunidades da venda de dispositivos móveis para empresas é bastante atraente porque as margens de lucro são mais altas e o crescimento de vendas em outros setores já não crescem tanto. Portanto, smartphones e tablets devem ser destaque no mercado de TI do Brasil.

Internet das coisas em casa

Outro setor de grande destaque deve ser o da Internet das Coisas (IoT). A movimentação total deve chegar a US$ 612 milhões no Brasil. O número de casas que terão algum tipo de aparelho conectado à internet vai chegar a 4%: ar-condicionado, câmeras de segurança e outros sistemas. Isso deve acontecer, principalmente, por conta do desenvolvimento de software e a produção de dispositivos aqui mesmo no Brasil.

Segurança da informação

Quanto mais tecnologia é implementada nas empresas e quanto mais seus processos e serviços dependem dela, maior é a necessidade por segurança da informação no mercado de TI. Projeções preveem que 63% das empresas médias e grandes já aumentaram seus investimentos nessa área. Além disso, as companhias têm tomado consciência da importância dessa questão e estão incorporando profissionais responsáveis pelo assunto, criando cargos de responsáveis pela segurança eletrônica, os CSOs (chief security office). Este ano, os gastos com a segurança da informação devem aumentar 9% em comparação com 2017. O valor total gasto deve chegar a US$ 1,2 bilhão.

Usuário em primeiro lugar

Não há mais como fugir: os produtos e serviços do mercado de TI têm de levar em conta como os usuários se relacionam com suas criações. É preciso inovar, mas desenvolvendo ferramentas amigáveis, intuitivas e que tragam benefícios a quem as usa. O aumento da mobilidade do trabalho vai exigir soluções inteligente, que sejam capazes de atender às necessidades das pessoas e a seus pedidos, caso alguma mudança seja necessária. Por isso, as empresas cada vez mais necessitam de profissionais que entendam de experiência do usuário, conhecida como UX.

As perspectivas para o futuro são boas. Não existe mais a ideia de um mundo que não precise nem dependa da tecnologia. O diferencial não é mais ser digital ou não, mas a qualidade dos serviços eletrônicos e on-line que se pode oferecer. Por isso, as empresas de TI serão essenciais para auxiliar outras companhias a implementar sistemas, serviços, a cortar custos e investir de maneira correta.

Você também pode gostar de…

Congresso decide que LGPD vale para 2020, mas dúvidas permanecem
Congresso decide que LGPD vale para 2020, mas dúvidas permanecem

Em abril, o Congresso mudou a vigência da Lei Geral de Proteção de Dados. Em vez de agosto de 2020, a implementação passaria para janeiro de 2021. Em seguida, o presidente Jair Bolsonaro publicou a Medida Provisória 959/2020, adiando a vigência da lei ainda mais, para...

LGPD é adiada para maio de 2021. O que muda para a sua empresa?
LGPD é adiada para maio de 2021. O que muda para a sua empresa?

Após o Senado adiar a implementação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), uma medida provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro em 29 de abril estende ainda mais o prazo — adiando a LGPD para 3 de maio de 2021. Ou seja, as empresas terão nove meses a mais...

Panorama Fast Help –  4 de Maio
Panorama Fast Help – 4 de Maio

Este é o Panorama FastHelp, seu resumo semanal com tudo o que acontece de mais importante sobre Tecnologia da Informação e Cibersegurança no Brasil. Confira nossos principais destaques:  Ataques e segurança Criminosos seguem se aproveitando do desespero causado...

0 Comments

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Entre em contato conosco

You have Successfully Subscribed!

PROMOÇÃO KASPERSKY PARA EMPRESAS DA SAÚDE

Nossa parceira Kaspersky está com uma iniciativa para proteger quem trabalha com saúde nesse momento de crise. Estamos com diversas soluções para a segurança do ambiente digital com um preço especial.


CONTATO

You have Successfully Subscribed!

Política de Privacidade

Este site usa cookies para fornecer seus serviços e melhorar sua experiência no site. Ao utilizar nosso portal, você concorda com o uso de cookies e nossa política de privacidade.

You have Successfully Subscribed!